0
Buscar
  • Mário Sanchez

VINHO É BOM PARA SAÚDE?

Atualizado: Jun 25




Leitores me perguntam:

a) Realmente o vinho é bom?

b) Até que dose de álcool podemos ingerir?

c) O resveratrol que é o bom do vinho, temos em outro alimento?


Resumirei dois artigos sobre o assunto e tiramos nossas conclusões.


1. VINHO REDUZ ANSIEDADE, É ANTIDEPRESSIVO E NÃO É PELO ÁLCOOL

Leia o artigo clicando aqui

Efeito relaxante da bebida tem a ver com substância que ajuda na luta contra a depressão e ansiedade.

Trechos: Quem bebe vinho (tinto), sabe que a bebida tem um efeito relaxante. Mas o que antes parecia ser apenas por causa do álcool, agora tem outra explicação. De acordo com novo estudo da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, o composto resveratrol encontrado na bebida é capaz de evitar e diminuir sintomas de ansiedade e depressão, induzido pelo estresse.

Mas vale ressaltar que embora o vinho tinto contenha o resveratrol, o consumo de álcool acarreta diversos riscos para a saúde, incluindo o vício.


2. BENEFÍCIOS DO VINHO PARA SAÚDE COMPROVADOS CIENTIFICAMENTE -

Leia o artigo clicando aqui

Os assuntos que aborda:

a) O vinho pode melhorar a saúde do coração. …

Um estudo específico, o Health Professionals Follow-Up Study, envolveu mais de 38 mil profissionais de saúde do sexo masculino livres de doenças cardiovasculares.

Verificou-se que eles tiveram o risco de ter um ataque do coração diminuído em 32% se comparado a um grupo semelhante que não tomava vinho.

A explicação para o fato é que o álcool desenvolvido nesta bebida reduz a formação de placas de entupimento das artérias, aumenta o colesterol bom, diminui a inflamação, e inibe a coagulação do sangue o que diminui o risco de aterosclerose.

b) O consumo moderado de vinho tinto e suco de uva está ligado a um menor risco de diabetes. …

Os pesquisadores atribuíram ao próprio álcool o controle glicêmico, mas ressaltaram que o vinho tinto tem um efeito mais forte sobre os níveis de gordura por causa dos seus compostos fenólicos.

c) Consumir vinho pode prevenir doença de Alzheimer e demência. …

O consumo moderado de vinho tinto pode melhorar as funções cerebrais.

Eles e seus colegas relataram no The Journal of Disease Neuropsychiatric and Treatment que bebedores moderados de vinho tinto tiveram um risco 23% menor de desenvolver demência em comparação aos que não usam.

d) Vinho pode reduzir sintomas da depressão - pesquisadores espanhóis relataram uma taxa de 32% menos casos de depressão entre os consumidores de vinho.

e) Câncer de fígado, intestino, mama - Cientistas franceses, por sua vez, descobriram evidências de que o antioxidante do vinho chamado resveratrol pode conter o crescimento de células de câncer no fígado.

No Reino Unido, cientistas da Universidade de Leicester informaram durante a Segunda Conferência Científica Internacional sobre Resveratrol e Saúde, que o consumo regular e moderado de vinho tinto pode reduzir o índice de tumores intestinais em aproximadamente 50%.

Pesquisas recentes também analisaram a relação entre o consumo regular de vinho e o câncer de mama, uma vez que estudos já mostraram que a maioria das bebidas alcoólicas aumenta o risco de câncer de mama.

O que se descobriu, foi que a ingestão de vinho tinto REDUZ O PERIGO.

SOBRE O USO DE ÁLCOOL, MESMO DO VINHO, CADA PESSOA PRECISA OBSERVAR SEU PERIGO.

f) Vinho para uma vida mais longa Pesquisadores da Harvard Medical School relataram que o vinho tinto tem propriedades que previnem o envelhecimento. Eles atribuíram estes benefícios do vinho especificamente ao resveratrol presente na pele das uvas roxas.

Embora as propriedades do vinho para manter a longevidade sejam ressaltadas desde a antiguidade, somente agora temos pesquisas que realmente atestam o fato.


Concluímos - O resveratrol pode ter propriedades anticancerígenas, pode ajudar a proteger o revestimento dos vasos sanguíneos do coração, ajudar a reduzir a lipoproteína de baixa densidade, ou seja, o colesterol “ruim”, impedir a formação de coágulos sanguíneos e também proteger contra a obesidade e o diabetes.


Outros - A quantidade de resveratrol pode variar amplamente tanto nas frutas quanto nos vinhos, e, embora também esteja disponível na forma de suplementos, ainda não se sabe quanto da substância pode ser absorvida pelo organismo.


Para mais conhecimentos consultem nosso Curso Avançado de Alimentação Natural. E sobre outros tratamentos vejam as apostilas de Diagnósticos pelos Pulsos e Terapias Ancestrais.

#vinho #saúde #saude #saúdepelaalimentaçãocorreta #uva #resveratrol #alimentaçãonatural #colesterol #colesterolruim #coágulossanguíneos #propriedadesanticancerígenas #coração #câncer #benefíciosdovinho

33 visualizações

Para mais informações:

 

  • Facebook
  • Instagram

Se cadastre para ver as matérias do nosso blog e os lançamentos dos livros!

 

Saiba mais informações sobre a política da nossa loja online:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon